in

Pai desabafa durante enterro da filha de 4 anos, morta por bala perdida no RJ; vídeo

Emilly foi morta ao lado da prima Rebeca, de 7, em comunidade de Duque de Caxias.

Arquivo pessoal família Santos

O ajudante de pedreiro Alexsandro dos Santos se preparava para mais um fim de semana. Não se sabe quais eram os planos dele para este sábado, mas dá para afirmar com certeza que ele não esperava ter que enterrar a filha de apenas 4 anos e a sobrinha, de 7.

Publicidade

Emily Victoria da Silva Moreira Santos, de 4 anos, e Rebeca Beatriz Rodrigues Santos, de 7, brincavam em frente de casa, na Comunidade Santo Antônio, em Duque de Caxias, na noite de ontem. As duas foram vítimas de bala perdida. De acordo com as informações, uma mesma bala atingiu a cabeça de uma e o abdômen de outra.

As meninas foram socorridas, mas não resistiram aos ferimentos e morreram na unidade de pronto-atendimento. Os enterros foram realizados no Cemitério Nossa Senhora das Graças e cerca de 200 pessoas, entre familiares e amigos, compareceram para se despedir.

Publicidade

O clima de comoção era grande. Crianças carregavam flores e choravam. No momento de fechar o túmulo (as duas foram enterradas lado a lado), Alexsandro desabafou. O ajudante de pedreiro passou a massa que selou a parede do túmulo. O vídeo abaixo mostra o desabafo.
Antes disso, ele já havia sido amparado.  

Publicidade

“Estamos enterrando mais uma vítima da violência na nossa comunidade. Duas crianças. Minha filha e minha sobrinha. Está aí os governadores que só querem ganhar dinheiro nas costas dos outros. Estou enterrando a minha filha, que não viveu nada”, disse Alexsandro. A família acusa a Polícia Militar pelos disparos na região. Em nota, a PM se defendeu dizendo que nenhum disparo foi efetuado pela equipe do 15º Batalhão

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!