in

Grave revelação é feita sobre ônibus que se envolveu em acidente que matou 14 em MG

Veículo com placas de Mata Grande, em Alagoas, se envolveu em trágico acidente nesta tarde (04).

G1

Um trágico acidente foi registrado no Km 350 da BR-381 nesta sexta-feira (04), em João Monlevade, Minas Gerais. Um ônibus acabou despencando de um viaduto de 15 metros de altura, provocando a morte de 14 pessoas e deixando 26 feridos, três deles em estado grave.

Publicidade

O ônibus, com placas de Mata Grande, município alagoano, segundo a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), não tinha licença para transportar passageiros.

Segundo o G1, o ônibus da empresa Localima Turismo já havia sido autuado três vezes em 2019, pelo transporte irregular de passageiros. 

Publicidade


“A empresa está cadastrada na ANTT e tem um Termo de Autorização para prestação de serviço regular concedido pela Justiça, por liminar. No entanto, o veículo em questão não estava habilitado para prestar o serviço de transporte de passageiros”,
disse a nota enviada pela ANTT.

Publicidade

Fuga do motorista

De acordo com apuração da Polícia Rodoviária Federal, o condutor do ônibus, a exemplo de outras três pessoas, conseguiu pular do veículo antes do mesmo despencar. Ele, no entanto, se evadiu do local, e tem paradeiro desconhecido. A suspeita é de que o ônibus tenha perdido o freio no trecho conhecido como “Ponte Torta”.

Publicidade

A Polícia Civil de Minas informou que a perícia já esteve no local para apurar os primeiros indícios do que poderia ter causado o acidente. Os corpos das vítimas estão sendo encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) da capital Belo Horizonte e para Posto Médico Legal do município de João Monlevade.

Em pronunciamento nas redes sociais e em entrevista a alguns veículos da imprensa, o governador de Minas Gerais, Romeu Zema, lamentou o acidente e enviou uma mensagem de solidariedade aos familiares das vítimas do acidente.

Publicidade
Publicidade