in

Prefeita eleita morre por Covid-19 semanas depois de vencer nas urnas; ela seria a 1ª mulher a comandar cidade

Izalda foi diagnosticada com Covid-19 logo após o encerramento da campanha eleitoral.

Infoescola

Vencedora nas últimas eleições e escolhida para comandar o município de Santo Antônio das Missões (RS), Izalda Boccacio (PP) morreu na noite da última quinta-feira (3), aos 72 anos, vítima de complicações decorrentes da Covid-19. A informação foi confirmada pelo prefeito da cidade gaúcha, Puranci Barcelona, de quem Izalda era vice.

Publicidade

De acordo com o atual prefeito, Izalda foi diagnosticada com Covid-19 logo após o fim da campanha. Nas urnas, ela triunfou com 3.458 votos, o que representou 53,47% dos votos válidos do município. Izalda seria a primeira mulher na história de Santo Antônio das Missões a liderar o município, mas teve o sonho ceifado pela Covid-19.

Inicialmente, Izalda foi internada no Hospital Ivan Gourlart, em São Borja, na mesma unidade onde o marido, Lauro Boccacio, foi internado.

Publicidade

Nos últimos dias, no entanto, o quadro clínico da professora e vice-prefeita teve um agravamento, exigindo a transferência para uma Unidade de Terapia Intensiva. Encaminhada para Santa Maria, ela acabou não resistindo e veio à óbito. 

Publicidade

“Perdemos a nossa vice-prefeita e prefeita eleita. Foi a primeira mulher eleita prefeita de Santo Antônio das Missões. Nossa amiga, nossa companheira de dois mandatos. É um momento muito triste”, lamentou o prefeito Puranci.

Publicidade

Comoção

A morte de Izalda Boccacio causou forte comoção no município do noroeste do Rio Grande do Sul. Em nota publicada nas redes sociais, a prefeitura lamentou o falecimento da docente e prefeita eleita. O decreto de três dias de luto será anunciado.

Diversos moradores comentaram na publicação enviando mensagens de solidariedades aos familiares de Izalda. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade