in

Mãe de bebê que foi salva após ato de heroísmo de equipe médica em UPA emociona em desabafo: ‘Deus os enviou’

Pequena Lavínia deu entrada na UPA da Vila Kennedy, no Rio, em estado gravíssimo e poderia morrer em pouco minutos.

UOL Reprodução

Um caso emocionante de salvamento de uma bebê de 1 ano foi registrado nesta semana em uma UPA na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Desesperada, a mãe de Lavínia chegou com a criança no colo após ela ter perfurado o pescoço depois de uma queda.

Publicidade

Diante do estado gravíssimo da paciente e sem ambulância para fazer a transferência para um hospital com maior estrutura, o médico emergencista Glauco Gomes, decidiu colocar a sua equipe no seu próprio carro e dirigir até o hospital Albert Schweitzer, em Realengo. 

O gesto de heroísmo do médico e sua equipe surtiu efeito, e a pequena Lavínia conseguiu ser salva. A bebê foi submetida a uma cirurgia e encontra-se estável, devendo receber alta nos próximos dias.

Publicidade

Desabafo e agradecimento

Em entrevista ao UOL, a mãe de Lavínia, Rhayane Alves, disse que a criança estava brincando no quintal quando caiu e acabou perfurando o pescoço ao cair sobre um caco de vidro. Segundo o médico responsável pelo atendimento, a bebê poderia ter morrido se a equipe demorasse mais dez minutos para levá-la para a mesa de cirurgia. 

Publicidade

“Estou sem acreditar até agora. Muita felicidade pelos médicos que me ajudaram. Foram uns anjos. Deus os enviou ao meu caminho. Não consegui nem dormir essa noite, fiquei olhando ela. Salvaram a minha filha”, desabafou Rhayane.

Publicidade

A jovem contou ainda que não pôde ir no carro acompanhando a filha por conta que a equipe médica foi no veículo. Contudo, uma pessoa da UPA pagou uma corrida por carro de aplicativo para levar a mãe da paciente até o hospital onde a filha passou por cirurgia. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade