in

Médico tem ato de heroísmo usando próprio carro para salvar bebê em estado grave: ‘Faria tudo de novo’

Estado gravíssimo da bebê de 1 ano e ausência de ambulância fez com que médico tomasse a decisão.

UOL - Reprodução

Emergencista em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), na Vila Kennedy, Zona Oeste, do Rio, o médico Glauco Gomes teve um ato de bravura nesta semana para salvar a vida de um bebê de 1 ano de vida. A criança chegou com um corte no pescoço e diante da ausência de ambulância no momento e da necessidade urgente de realizar uma cirurgia, o profissional utilizou o seu próprio carro para fazer a transferência da paciente. 

Publicidade

Acompanhado de uma equipe médica, Glauco Gomes dirigiu até o hospital Albert Schweitzer, em Realengo. 

“A Lavínia chegou à unidade com um corte no pescoço e com sangue em jato. Ela precisava de uma cirurgia imediata. Levamos três bolsas de soro, oxigênio e fomos estancando o sangue dela no carro. No momento não tínhamos ambulâncias na unidade e o estado dela era gravíssimo”, desabafou o médico em entrevista ao UOL.

Publicidade

Todas as ambulâncias da UPA da Vila Kennedy estavam atendendo pacientes diagnosticados com a Covid-19. 

Publicidade

Força-tarefa

Segundo o médico, toda a comunidade do bairro se mobilizou para ajudar a equipe médica no socorro. Motoboys fecharam a rua, e ele dirigiu pela contramão da Avenida Brasil até chegar ao hospital. 

Publicidade

Toda a movimentação em prol da vida da pequena Lavínia surtiu efeito e a bebê conseguiu ser salva. Glauco revelou na entrevista que acabou recebendo algumas mensagens criticando a sua postura por infringir o Código de Ética. Apesar disso, o médico emergencista disse que não se arrepende nem um pouco da decisão tomada para salvar a vida da paciente.

“Eu faria tudo de novo se fosse preciso. Estou até agora recebendo mensagens e sendo criticado por infringir o Código de Ética. Essa história poderia ter sido completamente diferente”, disse Glauco Gomes bastante emocionado.

Lavínia passou por cirurgia e tem quadro de saúde estável. Ela deve receber alta ainda neste fim de semana. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade