in

Peritos criminais são excluídos de grupo prioritário da vacinação contra Covid-19

De acordo com o plano preliminar de imunização, a categoria será vacinada apenas na quarta fase do programa.

Reprodução: YouTube

Peritos criminais e demais carreiras da SPTC desempenham funções essenciais para a sociedade e continuaram trabalhando ininterruptamente durante a pandemia. Esses servidores são expostos diariamente a riscos de contaminação, atendendo vítimas de crimes e seus familiares, além de manipular cadáveres tendo contato direto com secreções biológicas, como sangue, fezes, urina, vômitos, entre outros.

Publicidade

O plano preliminar de imunização contra o coronavírus, divulgado pelo Ministério da Saúde na última terça-feira (1º), não prioriza profissionais da segurança pública considerados essenciais para garantir o bem-estar da população e que têm contato muito próximo com pessoas. 

De acordo com o documento, a categoria será vacinada apenas na quarta fase do programa.

Publicidade

O Sindicato dos Peritos Criminais do Estado de São Paulo (SINPCRESP) solicitou inclusão dos servidores da Superintendência da Polícia Técnico-Científica (SPTC) na primeira etapa da vacinação contra a Covid-19. O pedido foi enviado ao secretário da Segurança Pública Estadual, general João Camilo Pires de Campos, nesta semana.

Publicidade

“A não inclusão da categoria evidencia mais uma vez o descaso do governo com os servidores da Segurança Pública, que receberam tratamento diferenciado dos demais que atuam em setores essenciais. Apesar de não termos suspendido nossas atividades por conta da pandemia, nossa contagem de tempo de serviço foi interrompida, o que não ocorreu com os trabalhadores da saúde, por exemplo”, afirma o presidente do SINPCRESP, Eduardo Becker.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Anna Müller

Bastante ativa nas redes sociais, escrevo conteúdo sobre os mais diversos assuntos para a plataforma i7 Network.