in

Lockdown novamente? Decreto obriga bares e restaurantes a fecharem até as 23 horas

Decreto que partiu do Distrito Federal já foi lançado no Diário Oficial e já está em vigência.

Uol

O coronavírus modificou a forma como as pessoas vivem. Esse vírus promoveu uma pandemia mundial que obrigou a maioria dos governos a decretarem o isolamento social em março deste ano, os estabelecimentos comerciais ficaram fechados por alguns meses e, finalmente, com indícios de melhora e diminuição dos casos, aconteceu a flexibilização do isolamento, mas a verdade é que as pessoas, aparentemente, esqueceram que ainda não exite vacina e começaram a negligenciar as medidas protetivas como uso de máscara e álcool em gel.

Publicidade

Governador do Distrito Federal assinou decreto importante

As consequências dessa negligenciação não demoraram a aparecer e o número de casos voltou a aumentar, as UTI voltaram a ficar lotadas. Para tentar contornar essa situação, o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, do MDB, assinou um decreto importante na última terça-feira, 1° de dezembro, onde determinava que os bares e restaurantes encerrassem suas atividades às 23 horas. Por meio deste decreto, todos os estabelecimentos comerciais desse tipo ficam obrigados a fechar no horário determinado.

O texto foi publicado no Diário Oficial e específica que essa medida foi tomada unicamente para a proteção da saúde da população, diminuição da disseminação pela Covid-19, proteção dos direitos das pessoas que necessitam do bom funcionamento dos serviços de saúde e diminuir o número de pessoas que precisam ser internadas por conta dessa doença em específico.

Publicidade

Bares e restaurantes deverão fechar às 23 horas

Algumas medidas já estão sendo tomadas junto ao Ministério da Saúde e acontecerão algumas fiscalizações para ter certeza de que a determinação está sendo levada a sério pelos donos desses estabelecimentos.

Publicidade

O ministro da saúde, Osnei Okumoto, também se reuniu com as pessoas interessadas nessa área do comércio, para discutir como a fiscalização pode ser intensificada e algumas medidas que podem ser tomadas para diminuir o contágio pelo coronavírus. Seria esse o início de um Lockdown?

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Tatiane Braz

Estudante, escritora e apaixonada pela verdade, tenho como meta levar a notícia de forma clara e real. Amo ler e percebo a cada dia que um mundo melhor se faz quando o conhecimento que adquirimos é colocado em prática.