in

Refém de assalto em Cametá relata terror: ‘Bateram muito na gente’

A gravação publicada nas redes sociais mostra o terror vivido pelos reféns na madrugada desta quarta (2).

Reprodução/Redes Sociais

Um assalto a banco causou grande comoção nas redes sociais na madrugada desta quarta-feira (2). Após o ataque realizado em Criciúma, Santa Catarina, a cidade atacada desta vez foi Cametá, no Pará.

Publicidade

Ao menos 15 pessoas foram feitas de reféns pelos bandidos, que teriam atacado bancos da cidade, como agências do Banco do Brasil, Bradesco, Caixa, Santander e Banco do Pará. As informações são do site Metrópoles.

Em publicação nas redes sociais, uma das vítimas do assalto relatou a agressividade dos criminosos: “bateram muito na gente”, relata a pessoa. A gravação foi realizada alguns momentos depois da fuga dos bandidos.

Publicidade

Um outro áudio de um refém foi publicado e é possível notar o relato de que as pessoas, utilizadas como escudo pelos bandidos, foram abandonadas na estrada.

Publicidade

O prefeito da cidade confirmou a morte de uma pessoa e, de acordo com a Polícia Militar de Cametá, o assalto contou com armamento pesado dos bandidos. Os policiais não puderam agir, pois o quartel foi alvo de ataques e os bandidos percorreram parte da cidade dando tiros para cima: existem relatos de uma hora de tiros. Vídeos mostram o som dos tiros e o desespero dos moradores na região:

Publicidade

O Sargento Amarildo Rodrigues afirmou ao GZH que o assalto foi muito grande e que a polícia não estava a par do andamento do caso durante a ação dos bandidos: “Não tivemos como sair. Ficamos acuados”, revelou o agente, que frisou o uso de armas pesadas, como fuzis. A fuga dos bandidos teria sido em direção à cidade de Tucuruí, no sul paraense.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Matheus Feitosa

Escrevo sobre TV, famosos e entretenimento desde 2011.

A atenção nos detalhes é o que nos faz prosperar.