in

Mãe comove com foto tirada antes da filha morrer eletrocutada em decoração de Natal: ‘Se tornou tragédia’

Criança de 8 anos acabou não resistindo após sofrer descarga elétrica ao tocar decoração natalina em praça de Caldas Novas.

Mais Goiás

O caso de morte da pequena Júlia Honória Franco, de 8 anos, comoveu a cidade de Caldas Novas, em Goiás, e milhares de brasileiros. Na última sexta-feira (27), a criança passeava com a família em uma praça da cidade, quando ao tocar em uma estrutura de decoração natalina acabou sendo vítima de uma descarga elétrica e não resistiu aos ferimentos.

Publicidade

Em entrevista ao G1, a mãe da garota, Rejany Honória de Almeida, fez um desabafo comovente e lembrou que, no dia do ocorrido, a filha estava bem alegre, e pouco antes da tragédia a fotografou.

Depois do registro, as crianças começaram a correr e brincar. Foi quando a menina levou o choque. “Júlia estava toda feliz. Quando as crianças estavam brincando perto de uma estrutura metálica onde vai ser feito um túnel de luzes, ela colocou a mão nesse túnel e ficou grudada a mãozinha dela ali”, lembra a mãe, bastante emocionada. 

Publicidade

Prefeitura se pronuncia

Em nota emitida nas redes sociais, a Prefeitura de Caldas Novas lamentou o ocorrido e afirmou que os profissionais contratados para a montagem da decoração são experientes e realizam o serviço na praça há 10 anos. A atual gestão ainda se prontificou a ajudar os familiares de Júlia Franco e se colocou à disposição das autoridades para ajudar nas investigações.

Publicidade

A prefeitura, no entanto, foi amplamente criticada pelos moradores da cidade, que apontaram negligência e culpa da atual gestão no caso, que para muitos não pode ser definido como acidente. 

Publicidade

Um inquérito para investigar as causas do ocorrido já foi instaurado. O local onde Júlia Franco morreu foi isolado para realização de uma perícia. Foi constatado que a estrutura de ferro estava energizada no momento em que a criança tocou a decoração. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade