in

Enterro de menina eletrocutada em enfeites de Natal é marcado por comoção: ‘mãe chorava muito sobre o caixão’

Criança de 8 anos acabou não resistindo após sofrer descarga elétrica ao tocar decoração natalina.

Mais Goiás

A morte de uma criança de apenas 8 anos, vítima de uma descarga elétrica na cidade de Caldas Novas, em Goiás, vem comovendo o país. Passeando com a família, a pequena Júlia Honória Franco foi eletrocutada após tocar em parte de uma decoração natalina na Praça Mestre Orlando e não resistiu aos ferimentos. O caso ocorreu na última sexta-feira (27).

Publicidade

Em entrevista ao portal “Mais Goiás”, Naftali Gomes, amiga da família, disse que todos estão desolados com o trágico falecimento precoce da pequena criança. 

Júlia Franco foi sepultada na manhã do último sábado (28) no Cemitério Jesus de Nazaré, na cidade. Segundo Naftali, a despedida da criança foi marcada por muita comoção.

Publicidade

“A mãe chorava muito sobre o caixão. Ela tinha outros dois irmãos, de 10 e de 2 anos. A mais velha, que já entende tudo o que está acontecendo, me perguntou quem iria brincar com ela. Meu coração doeu”, disse, emocionada. 

Publicidade

Investigações 

As investigações para apurar as causas do ocorrido e eventuais responsáveis pela morte de Júlia Franco já foram iniciadas. O local onde a criança foi eletrocutada foi isolado para o trabalho da perícia.

Publicidade

Apesar de a prefeitura dizer em nota que o trabalho de decoração é realizado por uma equipe de especialistas, foi identificado que a estrutura onde a menina tocou estava energizada no momento do ocorrido. Também foi identificado que a estrutura conta alguns com fios desencapados.

Após emitir a nota nas redes sociais, a atual gestão do município foi amplamente criticada, com vários moradores apontando negligência e pedindo Justiça para a família da criança. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade