in

Motorista de ônibus em acidente que matou 41 pessoas se apresenta à polícia e faz grave denúncia

Acidente ocorreu em um trecho perigoso da rodovia Alfredo de Oliveira Carvalho.

G1

O trágico acidente ocorrido na manhã da última quarta-feira (25) na Rodovia Alfredo de Oliveira Carvalho deixou um saldo negativo de 41 mortos e 11 feridos. Depois dos trâmites para identificação das vítimas e liberação dos corpos, a polícia já iniciou as investigações do caso.

Publicidade

Na última sexta-feira (27), o motorista do ônibus prestou depoimento à polícia, contando a sua versão do acidente. De acordo com informações da delegada Camisa Rosa Alves, que é responsável por acompanhar o caso, o homem que não teve a identidade revelada até o momento, disse que está sofrendo ameaças de morte. 

“Ele prestou depoimento hoje, está em contato conosco e em um local seguro. [As ameaças de morte] foi [a informação] que me passaram”, disse ela ao UOL, por telefone.

Publicidade

Versão do motorista

Segundo informações da polícia, o condutor do ônibus voltou a afirmar que o veículo perdeu o freio e ele teve que alterar a direção para evitar uma colisão traseira. Contudo, alguns sobreviventes do trágico acidente relatam uma versão distinta, afirmando que o motorista tentou ultrapassar em área proibida.

Publicidade

Além dos depoimentos dos sobreviventes, a Polícia Civil de São Paulo aguarda está no aguardo dos laudos técnicos que podem esclarecer as reais causas do acidente. 

Publicidade

Irregularidades

Responsável pelo ônibus, a empresa Star Turismo operava de forma clandestina há mais de um ano. De acordo com informações apuradas do G1, somente o ônibus envolvido no acidente tinha 11 multas e um débito de R$ 5 mil. 

Dos 11 sobreviventes feridos no ocorrido, cinco deles já receberam alta médica, enquanto os demais seguem internados em unidades do interior paulista. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade