in

Urgente: PM é preso após sequestrar e balear namorada dentro de universidade; vítima foi socorrida às pressas

O homem mantém a namorada sob a mira de uma arma e se recusa a liberá-la.

G1 | Divulgação

Uma situação assustadora segue aconteceu na cidade de Valença, no Rio de Janeiro, nesta sexta-feira (27). Um policial militar, que ainda não teve a identidade revelada, manteve a namorada refém dentro da Universidade Dom André Arcoverde (FAA) e a baleou após 2 horas de sequestro. De acordo com o Jornal Extra, o homem apresentava comportamento violento e se recusava a liberar a mulher.

Publicidade

A Polícia Militar tentou negociar com o suspeito. Em imagens que circulam nas redes sociais, o homem aparece de arma em punho perto de um veículo e parece agitado. É possível ver as pernas da mulher sentada próxima ao policial. A vítima seria uma professora da pós-graduação do curso de Odontologia.

Seguranças da instituição teriam visto a mulher e o homem discutindo no estacionamento, e ao perceberem que o suspeito estava armado, acionaram a polícia. Nos arredores da universidade, é possível ver inúmeras viaturas da polícia e do Corpo de Bombeiros. Vizinhos e curiosos seguem fazendo inúmeras filmagens do local.

Publicidade

O local foi isolado, para maior segurança os alunos foram orientados a não sair das salas de aula e os colaboradores de seus setores. No momento, estamos aguardando a atuação da Polícia Civil e Militar, que já estão no local, para contornar a situação”, informa nota emitida pela polícia.

Publicidade

A assessoria da polícia informou, ainda, que policiais do 10ºBPM (Barra do Piraí), estão no local, e que agentes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) também foram deslocadas para o município para a tentativa de negociação com o suspeito. A vítima foi socorrida por uma equipe de SAMU e levada às pressas para um hospital de Valença. O homem foi preso em flagrante.

Publicidade
Publicidade