in

Após acidente com 41 mortes, motorista de ônibus sobrevive e pode responder por homicídio

Motorista do ônibus da empresa Star sobreviveu ao acidente em rodovia de São Paulo.

Policia Militar / G1

O acidente entre um ônibus e um caminhão na Rodovia Alfredo de Oliveira Carvalho (SP-249), em Taguaí, região de Avaré, interior de São Paulo, deixou 41 mortos e alguns feridos. A Polícia Civil investiga o caso e tenta reconstruir a cena da tragédia.

Publicidade

O que se tem até agora de informações, baseado no que disse testemunhas, é que o motorista teria tentado ultrapassar um caminhão e deu de frente com o caminhão no qual acabou batendo. O motorista do caminhão tentou desviar, jogando o veículo para a direita, em pequeno barranco.

Isso explica o motivo do ônibus ficar danificado do lado do motorista e porque o caminhão parou a metros de distância após descer o barranco que não era muito íngreme. A principal linha de investigação da Polícia Civil é a de que o motorista do ônibus, que sobreviveu, tenha cometido homicídio culposo (quando não há intenção de matar).

Publicidade

A esposa de uma das vítimas afirmou ao UOL que o marido já havia reclamado do motorista, que dirigia sempre em alta velocidade, e do estado do ônibus, que não tinham nem cinto de seguranças. Havia cerca de 50 pessoas no ônibus, muitas delas estavam dormindo quando o acidente aconteceu ontem, por volta das 7h.

Publicidade

Governo de SP pede doação de sangue

Em tempos de pandemia, os bancos de sangue estão em estado crítico. Após o acidente, o governo de São Paulo pediu que as pessoas comparecessem ao hemocentro de Botucatu e doassem sangue. Devido ao acidente e às vítimas encaminhadas aos hospitais, o uso de sangue para transfusão foi grande. As doações continuam bem-vindas.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!