in

Sobrevivente de trágico acidente com ônibus, mulher que perdeu marido e mãe emociona em desabafo: ‘Ele me salvou’

Jovem de 23 anos viajava com a família para mais um dia de trabalho em uma fábrica têxtil no interior de SP.

Metrópoles

O grave acidente ocorrido entre um ônibus e um caminhão na manhã da última quarta-feira (25) ceifou 41 pessoas e deixou dezenas de famílias enlutadas e destruídas. 

Publicidade

Presente no ônibus que levava funcionários para uma empresa têxtil, a costureira Sônia Vilhena, de 23 anos, perdeu a mãe e o esposo, que também estavam no veículo no momento do acidente. Abalada e desolada, a jovem concedeu entrevista ao portal Metrópoles no qual externou o sentimento de perda.

Além do esposo e da mãe, estavam no ônibus da empresa Star Turismo a irmã de Sônia, que foi submetida a uma cirurgia e ainda não foi informada da morte da mãe, e um irmão que teve as duas pernas amputadas, todos iam para mais um dia de trabalho em uma fábrica têxtil situada em Fartura, no interior de São Paulo. 

Publicidade

“Eu tava no terceiro banco”, lembra ela, que diz que acordou com o marido se jogando em cima dela. “Só estou viva porque meu marido me salvou”, disse ela emocionada.

Publicidade

Funcionária da fábrica há seis anos, Sônia contou que sempre fez o trajeto com grande receio, e a exemplo da esposa de outra vítima do acidente, disse que o motorista costumava andar em velocidade.

Publicidade

“Ele [motorista do ônibus] corria muito, tentava ultrapassar sempre. A culpa não sei de quem é, a única coisa que quero é que tenha justiça, foram muitas vítimas com a vida interrompida”, desabafou Sônia.

Denúncias graves

A Star Turismo, empresa responsável pelo ônibus não possuía licença para estar transportando passageiros, e de acordo com o G1, o veículo envolvido no acidente possuía 11 multas, e um débito de mais de R$ 5 mil em infrações cometidas, entre elas multa por má conservação do ônibus.

Publicidade
Publicidade
Publicidade