in

Homem Pateta voltou: PM emite alerta máximo para os pais após estímulo à morte em crianças e adolescentes

O perfil criminoso voltou a atormentar as vítimas incentivando-as a práticas de suicídio e automutilação.

Metrópoles/Divulgação

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) emitiu um alerta importante para os pais de crianças e adolescentes. A corporação pede para que os responsáveis fiquem atentos quando os filhos estiverem navegando na internet, em especial pelo perigo provocado pelos perfis de Jonathan Galindo, conhecido como Homem Pateta, que vem instigando muitas vítimas ao suicídio.

Publicidade

Tais páginas estão interagindo com crianças e adolescentes menores de 18 anos, enviando mensagens perturbadoras. No conteúdo, as vítimas são incentivadas a cometer suicídio e automutilação. Alguns casos também incluem ameaças de morte contra os internautas.

Informações apuradas pela Polícia Civil do Distrito Federal em julho deste ano, quando estourou o caso do Homem Pateta em todo o mundo, apontam que a maioria dos perfis eram falsos, sem ligação com o usuário inicial, cuja conta havia sido criada em algum lugar da Europa no ano de 2017.

Publicidade

Por meio de um link de acesso, o infrator está conseguindo acesso ao endereço de IP de suas vítimas, usando estes e outros dados para extorsão das vítimas. Em meio ao ambiente de insegurança que se formou nas redes sociais, é fundamental que pais e responsáveis acompanhem de perto tudo o que os filhos fazem.

Publicidade

Uma família do Distrito Federal, vítima do Homem Pateta em julho, relata os momentos de tensão. A criança de 10 anos estava trocando mensagens com um desses perfis, sendo obrigada pelo criminoso a conversar o dia todo. Em certo momento, a vítima adormeceu com o celular ainda ligado, e a mãe, ao ler as mensagens, ficou chocada com o que viu.

Publicidade

A responsável então começou a trocar mensagens que o administrador do perfil, que voltou a fazer ameaças perturbadoras. “Deixa ele jogar comigo. Logo depois você o verá morto. Cuide do seu filho ou eu vou fazê-lo se matar”, escreveu o criminoso.

Publicidade

Escrito por Henrique Furtado

Henrique Furtado é um redator com vasta experiência no jornalismo online. Solidificou sua carreira com coberturas marcantes sobre os principais acontecimentos no Brasil e no mundo ao longo da última década. Suas especialidades englobam desde os bastidores da política, versando por esportes, atualidades e, claro, tudo o que acontece no mundo dos famosos. Está sempre ligado para entregar, em primeira mão, as últimas novidades para os seus leitores, 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano.

Contato: henriquefurtado.jornalista@gmail.com