in

Jovem que morreu em trágico acidente em Taguaí estava grávida de 1 mês e família fica desolada: ‘Menina meiga’

Acidente ocorreu em um trecho perigoso da rodovia Alfredo de Oliveira Carvalho.

G1 - UOL

O gravíssimo acidente entre um caminhão e um ônibus que levava dezenas de funcionários de empresa têxtil comoveu o país na última quarta-feira (25), deixando 41 mortos e diversos feridos. 

Publicidade

Em entrevista ao UOL, a prima de Aline Fernanda de Oliveira Antunes, de 20 anos, uma das vítimas da brutal colisão, deu um depoimento comovente ao revelar que a familiar estava grávida de um mês e consequentemente tinha vários planos. Segundo a auxiliar de enfermagem, Amanda Santos, de 23, ela foi com o pai reconhecer o corpo de Aline, e disse que a família não encontra palavras para descrever o triste momento. 

“Ela estava grávida de um mês. Não tenho palavras”, desabafou a jovem.

Publicidade

Nas redes sociais foi grande a comoção dos amigos e familiares de Aline ao ser oficializado a morte dela. A jovem trabalhava há dois anos na empresa Sttatus Jean, e bem como os outros funcionários que ocupavam o ônibus, estava indo para o trabalho. 

Publicidade

Apesar de todo o cenário de tristeza, Amanda Santos disse que a lembrança de Aline deixará uma imagem de carinho dela para com toda a família.

Publicidade

“Ela era uma menina meiga, muito carinhosa”, descreveu a prima da vítima. O corpo de Aline foi sepultado na madrugada de hoje no cemitério municipal de Itaí.

Ônibus faltou freio

De acordo com relato inicial do motorista do ônibus feito à polícia, o veículo faltou freio na descida, e ao se deparar com uma frenagem brusca de outro ônibus que estava na frente, ele invadiu a pista contrária e acabou surpreendendo um caminhão bi-trem, provocando assim uma forte colisão, com muitas vítimas sendo arremessadas e outras ficando presas entre as ferragens.

Publicidade
Publicidade
Publicidade