in

Mãe faz transmissão ao vivo do parto após médico confundir contrações com dor de estômago

A mulher foi diagnosticada com um vírus estomacal e os médicos a mandaram de volta para casa.

Pais&Filhos/Montagem

Como uma mulher pode estar grávida e não saber? Pode parecer mentira, mas esse tipo de situação acontece e não é tão incomum assim. Uma mulher passou por esse drama e resolveu contar como tudo aconteceu. 

Publicidade

Natosha Kramer, de 32 anos, moradora de Ohio, nos Estados Unidos, disse que procurou o hospital após sentir as contrações, porém ao chegar à unidade recebeu o diagnóstico de um vírus estomacal. Após ser atendida, os médicos a liberaram para que voltasse para casa. De acordo com a americana, os profissionais até teriam visto o bebê no canal do parto, mas presumiram que não era a hora de dar à luz.

Contudo, passado algumas horas, Natosha teve a pequena Nola, sem nenhum tipo de ajuda dos médicos. Por sorte, a mulher que mora sozinha, estava na casa dos pais que auxiliaram no parto, apesar de nenhum deles ter qualquer tipo de experiência na área médica. “Não sabia que estava em trabalho de parto porque disseram que eu tinha um vírus estomacal. Eu não pensei que estava dando à luz. Nem quando a cabeça dela estava em minhas mãos entre minhas pernas minha ficha caiu. Eu estava tendo minha primeira filha, não sabia de nada”, relatou a mãe de primeira viagem durante uma entrevista ao portal de notícias Daily Mail.

Publicidade

Enquanto tudo acontecia, a mãe resolveu fazer uma transmissão ao vivo pela rede social, pois gostaria de um registro do momento. Ela contou que gostaria de ter uma memória do nascimento de sua primeira filha. Nas imagens, a americana surge um pouco atordoada enquanto o pai entra em contato com a emergência para poder pedir ajuda e conseguir fazer o parto em casa.

Publicidade

No vídeo, o pai de Natosha aparece conversando ao telefone e falando que a filha estava surtando. Apesar do susto, o parto transcorreu bem e os paramédicos chegaram para poder ajudar. Porém, como não teve o bebê no hospital, a americana não conseguiu receber a certidão de nascimento da criança e também não vai poder ter a assistência do governo que necessita.

Publicidade

Apesar de todas as dificuldades, a criança passa bem e é saudável. Inclusive, a mamãe orgulhosa contou que a sua filha é bem avançada e até já tem dentes desde os dois meses de vida.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Shyrlene Souza

Redatora na web desde 2016, formada em ciências contábeis, apaixonada pela redação desde criança. Escrevo sobre assuntos diversos, famosos, maternidade e notícias que se destacam no Brasil e no mundo.