in

Agonizando, João Alberto foi ameaçado por segurança e novo vídeo mostra tudo: ‘A gente te avisou da outra vez’

João Alberto estava realizando compras com a esposa na última quinta-feira (19), no Carrefour, quando foi morto por dois seguranças do local.

G1

O caso de espancamento até a morte de João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos, em uma unidade do Carrefour na Zona Norte de Porto Alegre, gerou grande comoção e revolta de milhares de brasileiros. Passados três dias do ocorrido, novas imagens e desdobramentos da história começam a ser revelados.

Publicidade

Neste domingo (22), o portal GaúchaZH divulgou um vídeo exclusivo com imagens das agressões à vítima, em que, além dos dois seguranças, outro homem, que aparece com os mesmos trajes dos agressores, ameaça o cidadão negro. 

“Sem cena, tá? A gente te avisou da outra vez”, diz o homem, abrindo precedentes para a existência de outro episódio envolvendo João Alberto e o supermercado. Espancado por vários minutos, João Alberto acabou morrendo asfixiado no estacionamento do estabelecimento, diante de mais de 15 testemunhas, na véspera do Dia da Consciência Negra.

Publicidade

Presos

Os dois seguranças envolvidos na ação criminosa, identificados como Magno Braz Borges e Giovani Gaspar da Silva foram presos em flagrante, e aguardam os desdobramentos das investigações. Outras pessoas também serão chamadas para prestar depoimento, como, por exemplo, o homem que aparece ameaçando João Alberto durante o crime. A Polícia investiga o crime, que até então é classificado de homicídio triplamente qualificado. 

Publicidade

Em um depoimento, uma funcionária que estava no Carrefour, quando João Alberto e a esposa faziam compras, disse que na semana anterior ao ocorrido, ficou sabendo que o soldador esteve no local e causou problemas, “importunando outros clientes“, sendo orientado a se retirar. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade