in

Carrefour é detonado na web após se pronunciar sobre morte de homem negro: ‘racismo, descaso e assassinato’

Internautas relembraram outros casos polêmicos recentes envolvendo o Carrefour.

Reprodução

O caso de espancamento e morte ocorrido no interior de uma loja da rede Carrefour, em Porto Alegre, na última quinta-feira (19), vem gerando grande revoltante. Realizando compras com a esposa, João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos, foi agredido até a morte por seguranças do estabelecimento, após desentendimento com uma funcionária.

Publicidade

Em nota, o supermercado prometeu dar todo o suporte aos familiares da vítima, e informou que já rompeu vínculo com a empresa responsável pela contratação dos seguranças envolvidos no crime. 

“O Carrefour informa que adotará as medidas cabíveis para responsabilizar os envolvidos neste ato criminoso. Também romperá o contrato com a empresa que responde pelos seguranças que cometeram a agressão”, diz um trecho do comunicado emitido pelo Carrefour. O posicionamento, no entanto, foi amplamente criticado nas redes.

Publicidade

Repercussão

Nas redes sociais, diversos internautas repercutiram o caso e manifestaram repúdio contra a rede Carrefour. Muitos deles, relembraram outros episódios polêmicos ocorridos em lojas da empresa em solo nacional.

Publicidade

“Não é um caso isolado!
Corpo de funcionário escondido com guarda-sol. Negro espancado por abrir uma lata de cerveja. Negro espancado por “suspeita” de roubar o próprio carro. Cachorro envenenado e assassinado. Admitam que esse é o padrão da empresa: racismo, descaso e assassinato!”
, disparou um internauta.

Publicidade

“É cachorro envenenado e espancado até a morte, é funcionário q morre enfartado e vcs seguem o baile pq o lucro n pode esperar, é homem espancado até a morte, é negro que é agredido porque estaria roubando seu próprio carro ( afinal, como é que negro pode ter carro bom?)PARABÉNS!”, afirmou outro internauta. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade