in

Juntos há 60 anos, casal de idosos morre vítima da Covid-19 no mesmo hospital e com apenas 1 hora de diferença

Alguns países europeus já vivenciam a segunda onda de casos da Covid-19 e seguem em alerta.

Banda B

A pandemia do coronavírus segue assolando a população mundial em larga escala. Na Europa, alguns países já começam a vivenciar uma segunda onda de infecções da doença. Na Itália, a morte de um casal de idosos comoveu a população. Casados há mais 60 anos, Olga, de 82 anos, e Vincenzo, de 83 anos, morreram em decorrência da Covid-19, no mesmo hospital e com uma diferença de apenas uma hora de um para o outro.

Publicidade

Olga e Vincenzo testaram positivo para a Covid-19 e passaram dez dias em casa antes de serem internados. No dia 11 de novembro, os dois deram entrada em uma unidade hospital uma vez que a saturação de oxigênio estava baixíssima. 

Depois de quatro dias internados, eles acabaram não resistindo. Olga faleceu primeiro e, uma hora depois, Vincenzo também. 

Publicidade

“Eles não saíam, eram muito cuidadosos. Só ele ia fazer compras e à farmácia, mas, infelizmente, eles adoeceram”, disse uma das netas do casal à imprensa internacional. 

Publicidade

Segundo a neta, Vincenzo apresentou os sintomas primeiro, mas os dois já vinham tendo febre alta nos últimos dias. Acompanhados por um médico em visitas domiciliar, os dois receberam medicação de gripe, quando na verdade estavam com quadro de Covid-19.

Publicidade

Caso no Brasil

Em solo nacional, a morte de um casal abalou moradores do Espírito Santo. Juntos há 40 anos, Jaime Gaudio Júnior, de 61 anos, e Jaciara Moraes Gaudio, de 57 anos, morreram com uma diferença de apenas seis horas. Ele estavam internados em hospitais diferentes. Os dois integravam o grupo de risco da doença, e devido a outras comorbidades, não resistiram às complicações da Covid-19. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade