in

Vírus mortal é identificado na Bolívia e pode ser transmitido entre pessoas; cientistas fazem alerta

Sintomas da doença são parecidos com o do Ebola e da dengue; podendo gerar febres hemorrágicas.

UOL

Pesquisadores dos Estados Unidos identificaram na Bolívia provas da transmissão entre humanos do vírus raro intitulado de Chapare, que é responsável por causar febres hemorrágicas e sintomas parecidos aos do Ebola e da dengue. O estudo foi apresentado na última segunda-feira (16), em uma reunião anual da Sociedade Americana de Medicina e Higiene Tropical.

Publicidade

Em uma entrevista concedida ao jornal norte-americano The Guardian, o epidemiologista no Centro de Controle de Doenças dos EUA,  Caitlin Cossaboom, disse que uma “pesquisa confirmou que um jovem residente médico, um médico da ambulância e um gastroenterologista contraíram o vírus após terem contato com pacientes infectados. Agora, acreditamos que muitos fluidos corporais podem potencialmente carregar o vírus”.

Mortes registradas

Segundo os cientistas, três pessoas morreram com o vírus Chapare, dois deles eram médicos. Todos apresentaram sintomas como febre, vômito, sangramento das gengivas, dor abdominal, irritação na pele e ainda dor atrás dos olhos. 

Publicidade

Até então, apenas um surto do raro vírus havia sido documentado. Em 2004, a região de Chapare, que fica a 600 km da capital boliviana La Paz, registrou casos de infecção.

Publicidade

De acordo com os cientistas, há a possibilidade de que outras pessoas tenham contraído a doença. Contudo, estas provavelmente receberam o diagnóstico como sendo de dengue, uma vez que os sintomas são bastante semelhantes. 

Publicidade

Estudos iniciais cogitam que o vírus Chapare seja transmitido ao seres humanos por intermédio de uma espécie de roedor bem tradicional na região, uma vez que material RNA viral foi encontrado na espécie conhecida como camundongo-do-mato, que habitava a região próxima onde ocorreram os três casos de óbito.

Publicidade
Publicidade
Publicidade