in

Adolescente morre horas após receber alta em UPA; caso revolta familiares

Médico responsável pelo atendimento foi afastado preventivamente pela UPA.

UOL

Um jovem de 14 anos morreu na manhã da última quarta-feira (11) horas depois de receber alta em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) na cidade de Cascavel, que fica há quase 500 km de Curitiba. De acordo com informações de familiares, Cristian Rodrigues de Oliveira acabou passando mal durante a madrugada, deu entrada na unidade hospitalar sentindo dor de cabeça, febre e vomitando, sendo socorrido por uma ambulância do Samu.

Publicidade

Segundo Lourdes Rodrigues, mãe do adolescente, mesmo ele ainda se sentindo mal, o hospital acabou o liberando por volta das 7h30. Horas mais tarde, ela disse que encontrou o filho sem vida no quarto. Acionada novamente, uma equipe do Samu compareceu ao local, mas constatou que o jovem não tinha mais sinais vitais. 

Abalada, a mãe do garoto afirmou que ele poderia ter sobrevivido se tivesse continuado no hospital, e prometeu tomar todas as ações para buscar Justiça. Diante da situação, a UPA afastou preventivamente o médico que atendeu o jovem. A identidade dele não foi revelada. 

Publicidade

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde da cidade paranaense prometeu tomar todas as medidas para apurar os fatos e a conduta do profissional no caso. 

Publicidade

UPA se pronuncia

Na versão do hospital, Cristian só recebeu alta após apresentar melhora significativa no quadro clínico. 

Publicidade

“Logo no início da manhã, o paciente foi reavaliado e apresentou melhora com as medidas como resultado dos procedimentos realizados na unidade, sendo liberado para cuidados domiciliares”, pontou a nota emitida pela UPA de Cascavel. 

Encaminhado para o IML do município, o corpo do adolescente será submetido a uma necropsia onde possivelmente será apontada a causa da morte.

Publicidade
Publicidade
Publicidade