in

Morre menina que fez 1ª comunhão em hospital enquanto esperava por transplante de coração

Criança de 10 anos que realizou o sonho de fazer 1ª comunhão acabou não resistindo e morreu no último domingo (08).

Foto: Camila Hampf Mendes

Depois de uma luta incansável pela vida, a pequena Gabriela Romanoski de Andrade, de 10 anos, acabou morrendo no último domingo (8), no Hospital Pequeno Príncipe, em Curitiba. A criança estava internada na fila à espera por um transplante de coração, e emocionou a todos recentemente, ao realizar o sonho de fazer a primeira comunhão na unidade hospitalar.

Publicidade

Gabriela estava internada desde o início de outubro. Em maio, ela foi diagnosticada com miocardiopatia, uma doença que provoca alterações no músculo cardíaco, impedindo que o coração funcione corretamente. 

Com a ajuda da equipe do Hospital Pequeno Príncipe, o sonho de Gabriela foi realizado, e causou forte comoção.

Publicidade

Viralizou

A história da pequena Gabriela teve uma ampla repercussão nas redes sociais, tanto que várias pessoas foram ao hospital para doar sangue após uma solicitação de Gabriela, uma vez que o estoque do banco de sangue estava baixo, ajudando assim não só a menina, como outras pessoas que necessitavam de transfusão sanguínea.

Publicidade

“Eu achei muito legal, porque mesmo eles doando para mim eles podem ajudar outras vidas. Eu vi que as pessoas se importam comigo”, afirmou Gabriela, na oportunidade.

Publicidade

De acordo com informações do Hospital Pequeno Príncipe a morte de Gabriela Romanoski ocorreu por volta das 22h, por conta das complicações da doença cardíaca. A jovem foi sepultada na tarde desta segunda-feira-feira (09), em Ponta Grossa, no Paraná. 

No estado sulista, a fila por transplantes conta com quase duas mil pessoas. De janeiro a outubro deste ano, 14 crianças até dez anos receberam órgãos transplantados, segundo a Central Estadual de Transplantes.

Publicidade
Publicidade
Publicidade