in

Amigo de médico que morreu vítima de incêndio em bar faz desabafo comovente: ‘Não tivemos tempo de salvá-lo’

Caso está sob investigação das autoridades; suspeita-se que o uso indevido de etanol ocasionou o acidente.

Instagram de Leonardo Janeri Barbosa

O que tinha tudo para ser uma comemoração especial em um encontro de amigos recém-formados na faculdade de medicina se tornou um pesadelo. O jovem de 24 anos, identificado com Leonardo Janeri Barbosa acabou tendo 70% do seu corpo queimado, não resistiu aos ferimentos e faleceu na última sexta-feira (06).

Publicidade

O trágico caso ocorreu dentro de um bar de Curitiba, na última quarta-feira (4), enquanto a lareira da mesa em que os jovens estavam era acendida. A polícia segue com as investigações. 

Presente no momento do incidente, o jovem Lucas Gonçalves, segunda vítima do incêndio no The Oak Winter and Beer, prestou depoimento à polícia na última sexta-feira (06). Em entrevista à Banda B, o jovem lamentou o falecimento do amigo. 

Publicidade

“O que aconteceu lá foi um ato de irresponsabilidade e imprudência no manuseio, que gerou uma explosão. Ele foi o mais ferido e acabou não sobrevivendo. Nós não tivemos tempo de salvar nosso amigo, mas fica o alerta para que isso não volte a acontecer com ninguém”, disse Lucas, enfatizando também as prevenções e cuidados que devem ser tomados no manuseio de produtos inflamáveis. 

Publicidade

Em apuração inicial, a polícia acredita que o uso indevido de etanol foi o causador do incêndio, que acabou vitimando o médico recém-formado. O caso segue sendo investigado Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Curitiba.

Publicidade

Sonhos

Andyara Mallmann também estava na mesa no momento da explosão, mas não foi atingida pelo fogo. Em entrevista à Banda B, a jovem contou que Leonardo era uma pessoa bastante querida por familiares e amigos, e tinha o sonho de se tornar cirurgião plástico. Solidário, o jovem chegou a participar de ações na África.

Publicidade
Publicidade
Publicidade