in

Prima desabafa após corpo de menino de 4 anos ter sido encontrado no mar: ‘A dor é muito grande’

Benjamim estava desaparecido desde a última terça-feira (3), quando foi perdido de vista da sua mãe.

G1

O caso de desaparecimento do menino Benjamim Nunes de Jesus chocou o país desde a última terça-feira (3), data em que ele sumiu na praia Santa Cruz dos Navegantes, no Guarujá, litoral paulista. Depois de incessantes buscas marítimas e terrestres e a uma ampla mobilização nas redes sociais, o corpo do garoto foi encontrado por pescadores no início da última sexta-feira (6).

Publicidade

A triste notícia impactou familiares e pessoas que acompanhavam o caso nos últimos dias, uma vez que haviam esperanças de encontrá-lo vivo.

Em entrevista ao G1, a prima de Benjamim, Nathália Duarte Cruz, de 32 anos, desabafou sobre a perda precoce da criança, e destacou que a esperança de resgatar o garoto com vida era grande, mesmo após quase três dias de buscas.

Publicidade


“Todos nos empenhamos de alguma forma para ajudar. Minha família esteve na praia todos os dias, ajudando nas buscas. A gente não tinha certeza do que tinha acontecido. Pensamos na possibilidade de alguém ter levado ele embora. E em momento algum perdemos a esperança”
, conta Nathália.

Publicidade

A farmacêutica ainda disse que a partida repentina de Benjamim abalou fortemente a família.

Publicidade

“A angústia terminou, mas a dor ficou. A dor de toda a família é muito grande”, desabafou ela.

Em quase três dias de varreduras pelo mar do Guarujá e buscas em uma trilha de mata que fica próxima à praia, os profissionais do Corpo de Bombeiros não haviam encontrado nenhum tipo de vestígio que ajudasse a identificar o paradeiro de Benjamim, que em questão de segundos, acabou sendo perdido de vista por sua mãe, que aproveitava a folga no trabalho para curtir com o filho e amigos próximos.

Homenagens

Horas após o corpo de Benjamim ter sido encontrado por um grupo de pescadores e resgatado pelo Corpo de Bombeiros, centenas de pessoas compareceram à praia Santa Cruz dos Navegantes para acompanhar uma homenagem que familiares e amigos mais próximos fizeram para a criança.

As embarcações entraram no mar com balões na cor branca e cartazes com mensagens de homenagem ao pequeno garoto. O ato foi marcado por fortes emoções.

Publicidade
Publicidade
Publicidade