in

Idoso morre de Covid-19 e filha denuncia hospital por furto de dentes de ouro avaliados em R$ 11 mil

Ao receber pertences da vítima, filha deu falta dos objetos e procurou a polícia.

G1 | Imagem Ilustrativa | Montagem Ingrid Machado

Um caso inusitado ocorreu em Mato Grosso do Sul. De acordo com o site G1, a filha de um idoso de 84 anos que faleceu vítima de Covid-19, procurou a polícia após a morte do pai. Segundo a mulher, quatro dentes de ouro foram furtados. O idoso, que não teve a identidade revelada, estava internado no Hospital Regional de Mato Grosso do Sul (HR-MS), em Campo Grande.

Publicidade

A filha do idoso só deu falta dos objetos um mês após a morte do pai, pois recebeu a orientação para não manusear os pertences devido à Covid-19. Ao perceber o furto, a mulher registrou um Boletim de Ocorrência no 5º Distrito de Polícia. O idoso faleceu no último dia 6 de outubro.

A filha da vítima contou à polícia que o pai possuía quatro dentes de ouro, que totalizavam cerca de 8 gramas. De acordo com a cotação do ouro, os dentes estariam avaliados em cerca de R$ 11 mil. O delegado Gustavo Bueno, responsável pelo 5º Distrito afirmou que uma investigação foi iniciada.

Publicidade

Bueno revelou que a polícia pedirá imagens de câmeras de segurança do hospital e ouvirá funcionários envolvidos no atendimento ao idoso. Ainda de acordo com o site G1, a assessoria do Hospital Regional de Mato Grosso do Sul foi procurada e emitiu nota afirmando que as circunstâncias do caso seguem sendo apuradas, e que divulgaria mais informações sobre o caso.

Publicidade

Cabe ressaltar que a pena para o crime de furto varia de 1 a 4 anos de prisão, além do pagamento de multa. Os procedimentos de liberação de corpo e de pertences de vítimas da Covid-19 são feitos seguindo às normas recomendadas pela OMS (Organização Mundial de Saúde), para evitar a propagação da doença.

Publicidade
Publicidade