‘Estou sonhando?’, diz garotinho com câncer terminal ao realizar grande sonho de ser bombeiro por um dia

Os bombeiros militares da cidade onde o menino mora organizaram a surpresa.

PUBLICIDADE

O jovem Yvan Guilherme, de 12 anos, sempre teve o grande sonho de se tornar bombeiro quando ficasse adulto. No entanto, ele trava uma árdua luta diária pela vida para poder sobreviver. O motivo é que o garotinho tem um câncer em estágio avançado e já é considerado um paciente terminal.

PUBLICIDADE

Por enfrentar um câncer em estágio terminal, os agentes do Corpo de Bombeiro do 14º Batalhão Militar, da cidade de Senador Canedo, estado de Goiás, ficaram sensibilizados com o sonho da criança e resolveram realizar o seu grande desejo, já que infelizmente ele pode não sobreviver por causa da doença.

Yvan Guilherme luta bravamente contra um câncer de fígado. Apesar do sofrimento da enfermidade, o garoto pode ter momentos incríveis e realizar o seu grande sonho de ser bombeiro. Os oficiais do Corpo de Bombeiros conseguiram trazer um pouco de felicidade para os familiares e a criança com uma linda surpresa.

Tudo foi planejado com os familiares do pequeno guerreiro para que realmente fosse uma grande surpresa. O pai do menino, Igor Miranda, ficou com a responsabilidade de levar o garoto até o batalhão no dia 29 de outubro, na parte da manhã. O jovem que não tinha conhecimento de nada que aconteceria, ficou muito surpreso quando se deparou com os oficiais.

PUBLICIDADE

“O que está acontecendo comigo? Será que estou sonhando?”, disse o pequeno guerreira, que ficou super empolgado quando chegou a local, segundo informação de um jornal da região. O jovem Yan teve a oportunidade de fazer um tour pelo batalhão, na companhia dos bombeiros, e viu de perto como é a rotina desses trabalhadores. Eles deixaram o menino à vontade, e Yvan pôde tocar todos os equipamentos usados no dia a dia dos agentes.

A surpresa foi ainda mais emocionante, já que ele teve a oportunidade de fazer um rápido treinamento e aprendeu várias técnicas usadas no combate a incêndio, salvamento e também conheceu como é o interior das viaturas. Para o pai do menino, ver a felicidade que ficou não tem preço. Igor disse que não tinha como descrever a alegria do filho realizando seu maior sonho. A família toda celebrou a conquista.