in

Fiocruz sinaliza quando vacinação contra a Covid-19 será iniciada no Brasil

Com riscos de uma nova onda de infecção da Covid-19, expectativa acerca da vacina cresce ainda mais.

Pais e Filhos

A pandemia do coronavírus segue registrando números expressivos de novos infectados em solo nacional. Neste cenário de calamidade na saúde, a chegada de uma vacina é cercada de grande expectativa pela população.

Publicidade

De acordo com a presidente da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), espera-se que a campanha de imunização dos brasileiros seja iniciada até março de 2021, utilizando a vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford e pela farmacêutica AstraZeneca.

Em agosto deste ano, a fundação fechou um acordo com os britânicos para a transferência de tecnologia e produção do imunizante para solo nacional. Segundo Nísia, a expectativa é que a produção seja iniciada entre janeiro e fevereiro do próximo ano.

Publicidade

“Entre os meses de janeiro e fevereiro estaremos iniciando a produção. Todo trabalho acompanhado pela agência Anvisa e, assim, temos toda a esperança que possamos, no primeiro trimestre de 2021, iniciar esse processo de imunização”, disse a presidente da Fundação Oswaldo Cruz.

Publicidade

Número expressivo

Segundo a presidente, o acordo com a universidade britânica e com a AstraZeneca assegura ao Brasil mais de 100 milhões de doses da vacina no primeiro semestre de 2021.

Publicidade

Vale lembrar que, além da vacina de Oxford, que já está em um estágio avançado de testes, o Brasil tem sido palco de testagem de outros imunizantes contra a Covid-19, entre eles a CoronaVac, desenolvivida pelo laboratório chinês Sinovac, e ministrada pelo Instituto Butatan no país.

O imunizante, inclusive, tem sido motivo para divergências entre o presidente Jair Bolsonaro e o governador de São Paulo, João Doria, com o chefe do Executivo tecendo várias críticas sobre o imunizante e garantindo que não fará a compra do mesmo para campanha de aplicação nacional.

Publicidade
Publicidade
Publicidade