in

Emocionante! Bebê passa a reconhecer sons e fala ‘mamãe’ pela primeira vez após receber aparelho de hospital

Pequeno David comoveu familiares e profissionais do hospital ao reconhecer sons e interagir com música.

Foto: Divisão de Saúde Auditiva/HRAC-USP

Diagnosticado com a síndrome de Treacher Collins e Sequência de Pierre Robin, o pequeno David Gabriel Vicente, de apenas dois anos, conseguiu uma importante vitória na luta por uma vida mais inclusiva e normal. Nesta semana, o garotinho natural de Joinville (SC) apreendeu a falar a palavra “mamãe”, e passou a reconhecer sons após receber um aparelho de um núcleo do Hospital da USP.

Publicidade

Através da tecnologia possibilitada pelo Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais (HRAC) da USP, em Bauru (SP), o pequeno David viu sua audição, antes quase nula, melhorar significativamente, permitindo assim com que ele começasse a reconhecer sons. 

Segundo informações da USP, o hospital de Bauru é o primeiro em solo nacional que oferece esse tipo de tecnologia na rede pública.

Publicidade

David nasceu com a síndrome que compromete os ossos e também impacta na perda da audição de forma severa. Submetido a várias cirurgias desde que era recém-nascido, o garotinho de dois anos é um exemplo de perseverança pela vida. 

Publicidade

Emoção total

Em entrevista ao G1, a mãe de David relatou a emoção vivida ao ver o filho ouvir bem pela primeira vez.

Publicidade

“Quando colocaram o aparelho e cantaram para ele, ele chorava e olhava pra mim com aquela carinha tipo: ‘Mãe, o que está acontecendo?’ Não tenho palavras para explicar como foi a hora que ele escutou”, conta Rosangela.

Com o aparelho, ele já consegue reconhecer os sons e, inclusive, já aprendeu a falar a palavra “mamãe”, sendo motivo de orgulho para os familiares. 

Ainda segundo Rosangela, a qualidade de vida de David melhorou significativamente após a utilização do aparelho nas últimas semanas.

Publicidade