in

Bebê que morreu engasgado com uva completou 1 ano de vida na UTI; mãe comove em desabafo: ‘a pior dor’

Pequeno Gabriel estava com o pai no momento do incidente e acabou se engasgando com bago de uva.

UOL

Depois de mais de duas semanas lutando pela vida, o pequeno Gabriel Magalhães de Souza, de apenas 1 ano, acabou não resistindo e morreu na última terça-feira (27), no Gpaci, em Sorocaba. O bebê estava internado desde o início do mês após se engasgar com um bago de uva.

Publicidade

Em entrevista concedida ao UOL, a mãe do bebê, Ana Gabrieli de Souza detalhou o quanto a perda repentina do primeiro filho tem impactado na vida dela e dos familiares. Gabriel ficou internado na UTI do Gpaci por 17 dias, e sofreu uma parada cardíaca na última terça, vindo a falecer às 21h40. 

Sepultado apenas com a presença do pai e da mãe, Gabriel foi vestido com uma roupa de aniversário que nem chegou a usar. O bebê havia completado o primeiro ano de vida no último dia 21 de outubro, quando já estava na Unidade de Terapia Intensiva. 

Publicidade

Um anjo

Ainda na entrevista, Ana Gabrieli disse que o filho se tornou um anjo que cuidará dela e do marido, curando, aos poucos, a dor imensa. 

Publicidade

“Um dia não é igual ao outro. E a dor da perda é a pior dor, a que nada cura. Só Deus ameniza a dor com o tempo. E quando uma mãe perde um filho, ela perde um pedaço do coração e nada traz este pedaço de volta”, desabafou a jovem de 22 anos.

Publicidade

O caso

Gabriel estava com o pai no dia do trágico incidente, e em um descuido, o bebê acabou se engasgando com o bago de uva. Prontamente socorrido, ele acabou sofrendo uma parada cardíaca ao dar entrada no hospital. A mãe foi avisada no trabalho da fatalidade, e teve dificuldades para absorver a notícia e se deslocar ao hospital.

Depois de 17 dias de luta, sob medicação forte, o bebê acabou não resistindo na última terça-feira. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade