in

Urgente: ataque terrorista em igreja da França deixa mortos, feridos e mulher idosa decapitada

Crime ocorreu na famosa basílica de Notre-Drame, em Nice, no sul do país.

Reprodução Globo

A França vem sendo alvo frequente de ataques terroristas. O país europeu, que abriu a porta para o islamismo no passado, colhe os maus frutos de uma minoria radical que trata como infiel e que mata quem pensa de forma diferente. Atualmente, o país vive uma situação delicada de conflitos.

Publicidade

Na manhã desta quinta-feira, um possível terrorista invadiu a igreja de Notre-Dame, em Nice, cidade localizada no sul da França. Ele teria gritado “Allahu Akbar” (Deus é grande), uma frase muito comum em ataques de terroristas islâmicos. Armado com uma faca, ele atacou pessoas.

Três foram mortas, entre elas uma mulher idosa que foi decapitada dentro da igreja. Outras pessoas ficaram feridas. A polícia foi acionada e cercou o local. As autoridades pediam que as pessoas não saíssem de casa. O terrorista foi baleado e levado a um hospital.

Publicidade

Christian Estrosi, prefeito de Nice, afirmou que o terrorista foi preso. Jean Castex, primeiro-ministro do país, elevou o alerta de segurança da França ao nível máximo e afirmou também que a resposta do governo será firme. Diante de tantos ataques, é isso que boa parte dos franceses espera.

Publicidade

Outros ataques ocorreram em diferentes localidades

Poucas horas depois do ataque em Nice, um homem foi morto em Montfavet, perto de Avingon, também na região sul da França. De acordo com informações de uma rádio local, ele foi baleado depois de gritar “Allahu Akbar”. Na Arábia Saudita, um agente de segurança do consulado francês foi atacado e ferido por golpes de faca.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!