in

Delegado diz ao vivo que Paulo Cupertino não foi preso e que a polícia se confundiu: ‘A caçada continua, é questão de honra’

Em entrevista, o delegado de São Paulo não confirmou a prisão de Paulo Cupertino

Record TV | Montagem Ingrid Machado

Nesta terça-feira (28), foi divulgada a informação de que Paulo Cupertino, assassino do ator Rafael Miguel e dos pais, havia sido preso pela Polícia Civil do Paraná. Porém, informações desencontradas vêm sendo divulgadas e a Polícia Civil de São Paulo ainda não confirma que o empresário tenha sido preso.

Publicidade

De acordo com o delegado de São Paulo, Oswaldo Nico Gonçalves, Paulo não teria sido capturado. Segundo entrevista concedida ao programa Balanço Geral, o delegado revelou que a Polícia do Paraná havia repassado a informação de que haviam prendido um suspeito que poderia se tratar de Cupertino.
Segundo a revista Isto É, outro delegado de São Paulo também afirmou que o empresário não foi preso. Ruy Ferraz Fontes afirmou que a polícia do Paraná irá se retratar ainda hoje.

O delegado Oswaldo Nico, responsável pelo caso, afirma que até o momento, não existe uma informação concreta de que Paulo Cupertino tenha sido detido. A polícia já realizou mais de 200 diligências em endereços em busca do empresário.

Publicidade

Parece que houve uma contrainformação, e parece que a pessoa que havia sido detida não se tratava do Cupertino, então continua a caçada, não vamos parar, é questão de honra para a Polícia Civil. Estamos sempre atrás dele, nunca paramos”, disse o delegado.

Publicidade

Em junho do ano passado, o empresário disparou por 13 vezes contra o ator Rafael Miguel e seus pais, João e Miriam. Desde então, Paulo Cupertino segue foragido e se tornou um dos criminosos mais procurados do Estado de São Paulo. O pai de Isabela Tibcherani não aceitava o namoro entre a filha e o ator.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade