in

Garoto de 7 anos sofre AVC durante festa de aniversário; mãe pensou que o filho estava fazendo birra

A mulher resolveu compartilhar sua história com o filho para alertar outros pais.

Crescer

O garotinho Max Davenport, do Reino Unido, se divertia normalmente em sua festa de aniversário. Feliz com a celebração, ele estava completando sete anos. No entanto, ele se agachou de repente e começou a se contorcer. A mãe do menino, Michelle Davenport, pensou que era apenas uma brincadeira boba do filho, mas logo ele ficou paralisado e não conseguia falar. 

Publicidade

Foi nesse instante que a mãe notou que não se tratava de uma brincadeira e que era algo mais sério. O garoto sofreu um AVC – Acidente Vascular Cerebral, conhecido popularmente como derrame cerebral. O fato aconteceu no ano de 2016, mas ela somente resolveu falar sobre o assunto recentemente para alertar outros pais sobre o risco.

Antes de sofrer o derrame, a mãe contou que o filho estava bem. Contudo, quando eles pararam para almoçar, o menino reclamou de dor de cabeça e notou que o pequeno estava mais quieto.  “Max tem TDAH (transtorno do déficit de atenção e hiperatividade) e normalmente é hiperativo. Eu dei a ele um copo de água e pensei que ele estava com calor por andar por aí”, contou a britânica.

Publicidade

A mãe disse que foi tudo muito rápido. Em um momento ele se divertia com os amigos e depois estava no chão. Quando olhou para o filho deitado no chão, o menino estava branco e com a boca deformada. A família chamou a ambulância e o pequeno foi levado ao hospital. Após ser submetido a exames, os profissionais constataram que o garoto havia sofrido um derrame isquêmico.

Publicidade

O menino teve que ficar seis meses internado para se recuperar e precisou de muita fisioterapia. Além disso, teve que reaprender todas as tarefas cotidianas com a ajuda de um terapeuta. Aos 10 anos, ele já consegue andar novamente, porém, tem bastante dificuldade de movimentar a mão.

Publicidade

Michelle resolveu compartilhar a sua experiência com o filho para alertar outros pais que crianças podem sofrer AVC. A grande maioria acredita que os derrames afetam somente os mais velos, mas pode ocorrer também com as crianças.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Shyrlene Souza

Redatora na web desde 2016, formada em ciências contábeis, apaixonada pela redação desde criança. Escrevo sobre assuntos diversos, famosos, maternidade e notícias que se destacam no Brasil e no mundo.