in

Médico oferece atestado na internet para pessoas que não querem usar máscara: ‘hoje já fiz 20’

O profissional de saúde anunciava a distribuição de atestados para que pessoas não usem máscara.

BHAZ

O caso do médico que oferece atestado em rede social para pessoas que não querem usar máscara chocou as redes sociais. Em tempos de pandemia do coronavírus, a máscara é um dos meios de proteção para evitar que a pessoa possa contrair o vírus que já matou quase 160 mil pessoas no Brasil. 

Publicidade

O médico Sérgio Marcussi, de Belo Horizonte, Minas Gerais, compartilhou o anúncio inusitado em seu perfil na rede social. Ele está distribuindo atestados para os indivíduos que não têm interesse de usar a máscara de proteção contra a Covid-19. “Hoje já fiz 20 atestados desses. Vamos disseminado (sic)”, escreveu o profissional de saúde no Twitter nesta última segunda-feira, 26 de outubro.

Está é a solução para você se livrar da focinheira. Eu chamo de cabresto também. Só não pode falar o nome (sic)”, disse o médico no post. O profissional de saúde também apresenta um passo a passo para que os interessados possam solicitar o atestado e mostra uma lista de documentos.

Publicidade

Um homem comentou dizendo que queria e prontamente o médico responde que ele poderia ir até à clínica. Segundo o registro no CRM – Conselho Regional de Medicina, o Doutor Sérgio Marcussi é ginecologista, obstetra e nutrólogo. O atendimento é feito em seu consultório localizado na Savassi, região Centro-Sul da capital mineira.

Publicidade

O portal de notícias G1 questionou ao CRM de Minas Gerais se a prática do médico é permitida, se existe alguma investigação em andamento sobre o caso e qual seria o posicionamento do órgão em relação à postura do profissional. No entanto, a instituição não respondeu às perguntas e somente informou que vai precisar apurar melhor os fatos.

Publicidade

A máscara de proteção é uma medida sanitária para prevenir a Covid-19 e se tornou uso obrigatório em espaços públicos através de uma lei. O médico foi procurado pela reportagem, mas não quis se posicionar sobre o assunto e apagou as postagens feitas na rede social.

No perfil do Instagram, o profissional compartilhou vários vídeos afirmando que os atestados médicos são precedidos de uma consulta médica. Ele ainda afirmou que a lei diz que quem não pode usar máscara precisa de um atestado. Vale ressaltar que o uso do acessório é para evitar que a pessoa possa contrair ou transmitir o vírus.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Shyrlene Souza

Redatora na web desde 2016, formada em ciências contábeis, apaixonada pela redação desde criança. Escrevo sobre assuntos diversos, famosos, maternidade e notícias que se destacam no Brasil e no mundo.