in

Tragédia em represa: pastor e fiel morrem afogados após cerimônia de batismo; um tentou salvar o outro

Líder religioso tentou ajudar fiel que se afogava e acabou morrendo em represa no interior paulista.

UOL

Uma cerimônia evangélica de batismo acabou em tragédia no último domingo (25), na represa de Nazaré Paulista, situada a 65 km da cidade de São Paulo. Um pastor e um fiel que estavam no local morreram afogados. 

Publicidade

Depois do ato de batismo, Samuel Sérgio, de 38 anos, optou por ficar um pouco mais na água, e acabou se afogando. Se deparando com a cena, o pastor Davi dos Santos, de 40 anos, tentou socorrer a vítima, mas também não resistiu e morreu ainda no local. Ambos moravam em Guarulhos.

Segundo informações do UOL, os dois foram retirados da água pelo Corpo de Bombeiros já sem sinais vitais. Responsável pelo caso, a delegada Liliane Doretto, disse que será instaurado um inquérito para investigar o incidente. 

Publicidade

“Vou fazer a investigação para saber se houve imprudência ou negligência. Mas se o fiel estava brincando na água, então não há responsabilidade de ninguém. Uma fatalidade. E por se tratar de uma pessoa maior de idade, ninguém é responsável por manter a incolumidade física dele, a não ser ele próprio”, disse a delegada. 

Publicidade

Amigos lamentam

As trágicas mortes de Samuel Sérgio e do pastor Davi dos Santos chocaram amigos e familiares. Nas redes sociais várias pessoas prestaram solidariedade e homenagearam os dois, classificando-os como pessoas boas e que se mostravam bastante empenhados nas missões da igreja evangélica. O horário do sepultamento não havia sido revelado até o fechamento desta matéria.

Publicidade

Em entrevista rápida ao UOL, o pastor Erivan Gomes revelou que Samuel e Davi eram cunhados e foram até a represa de Nazaré Paulista com o objetivo de batizar oito pessoas. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade