in

Vídeo: dono de bar morre, e é velado dentro do estabelecimento com direito a música brega e bebida

Homem foi velado no seu próprio bar ao som de brega, bebidas e homenagens.

UOL

Bastante querido no bairro do Jacintinho, o empresário João Cristóvão, de 57 anos, teve um velório no mínimo diferente. Dono do Bar do João Ladrão, ele morreu na última quarta-feira (21), após sofrer um infarto fulminante. Como homenagem, familiares e amigos da comunidade de Piabas resolveram fazer uma despedida especial.

Publicidade

Ontem, dia do velório e enterro, todos os entes e amigos se reuniram no bar de João Cristóvão ao som de música brega regada de bebida e com diversas homenagens para o empresário. 

Como trilha principal foi escolhida a canção “Vida errada”, do Galã do Brega, música favorita de João Cristóvão, que era um verdadeiro amante da música brega. 

Publicidade

Amigos presentes no local relataram que João valorizava as boas amizades e era muito querido na região pela simplicidade e atendimento no estabelecimento.

Publicidade

“Para os amigos, ele dava bebida e fazia panelada de tira-gosto porque ele não gostava de ficar só, valorizava ter pessoas perto. O propósito dele era alegrar. Era muito querido pela população periférica”, conta um dos amigos do empresário.

Publicidade

Figura conhecida

Antes de montar o seu próprio bar, João Cristóvão trabalhou em barracas de praia em Maceió, capital alagoana, desempenhando a função de garçom.

Segundo o genro do empresário, além do pedido inusitado do velório ser em seu próprio bar, João desejava que a família seguisse tocando o bar após a sua partida, fato que segundo o familiar do homem será cumprido, e o Bar do João Ladrão continuará em pleno funcionamento,  do jeito que ele administrava, e com a memória do seu criador viva.

Publicidade
Publicidade