in

Menina de 8 anos morre após ser obrigada por casal a pular em cama elástica durante horas

Garota foi castigada pelo casal e obrigada a ficar horas na cama elástica.

Reprodução CBS

Uma menina de 8 anos, identificada como Jaylin, morreu de forma cruel na cidade de Odessa, no estado do Texas, nos Estados Unidos. A pequena foi castigada pelos seus tutores. Daniel Schwarz, de 44 anos, e Ashley Schwarz, de 34, não são pais biológicos da criança que morreu.

Publicidade

Como forma de castigo, eles obrigaram a garota a ficar horas pulando em uma cama elástica. O que é brincadeira para muitas crianças, tornou-se um pesadelo para a menina de 8 anos. O calor era intenso no momento em que ela foi obrigada a ficar pulando no brinquedo – cerca de 43 graus.

O caso ocorreu no dia 29 de setembro, mas repercutiu para valer nos últimos dias após ser divulgado por diversos sites. No dia, além da temperatura alta, a menina não pôde tomar café da manhã nem beber água. Ela morreu de desidratação, de acordo com a autópsia. O casal foi preso acusado de assassinato e o caso repercute nas redes sociais. Até que ponto chega a crueldade do ser humano.

Publicidade

Como denunciar crimes contra criança

No Brasil, há diversas formas de denunciar crimes contra crianças. Uma das formais mais diretas é ligando para a polícia pelo telefone 190, de qualquer lugar do Brasil. Outra forma de denunciar este ato é pelo telefone 100. O Disque 100 é mantido pelo governo federal.

Publicidade

O aplicativo Protege Brasil, também do Governo Federal, pode ser baixado por meio de celulares e tablets. A denúncia pelo aplicativo, a exemplo do Disque 100 e do 190, também pode ser anônima. Outra forma de denunciar é ir ao Conselho Tutelar da sua cidade ou entrar em contato pelo telefone.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!