in

Ministério da Saúde anuncia notícia animadora sobre vacina contra a Covid-19; prazo oficial é revelado

Imunizante será distribuído de forma igualitária para todos os brasileiros.

Pais e Filhos

Por meio de um comunicado, o Governo Federal anunciou, nesta terça-feira (20), que a União vai adquirir 46 milhões de doses da vacina contra a Covid-19, a CoronaVac, desenvolvida pelo laboratório chinês, e que vem sendo ministrada em fase de testes pelo Instituto Butantan. Diante disso, o governo de Jair Bolsonaro investirá cerca de R$ 2,6 bilhões até janeiro. 

Publicidade

A reunião contou com a participação do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, João Doria e outros 23 governadores. 

De acordo com Pazuello, as doses da vacina serão distribuídas para todos os brasileiros pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI), que há décadas vem garantindo o sucesso das campanhas nacionais de vacinação.

Publicidade

“Temos a expertise de todos os processos que envolvem esta logística, conquistada ao longo de 47 anos de PNI. As vacinas vão chegar aos brasileiros de todos os estados”, garantiu.

Publicidade

Previsão anterior

Antes do anúncio de doses adquiridos do laboratório Sinovac, o Ministério da Saúde previa ter 140 milhões doses do primeiro semestre de 2021. Sendo que 40 milhões viriam oriundas via iniciativa COVAX Facility, liderada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), e outras 100 milhões de doses serão do laboratório AstraZeneca/Oxford (além dessas doses, no segundo semestre, governo deve produzir 165 milhões de doses deste imunizante).

Publicidade

Até o momento, o Brasil já acumula mais de 5 milhões de casos confirmados de infecção da Covid-19, sendo que quase 4,7 milhões se recuperaram. O número de mortes está próxima de atingir a casa dos 155 mil. Até o momento, quatro imunizantes estão sendo testados em solo nacional.

Publicidade
Publicidade
Publicidade