in

Padre é flagrado filmando cenas íntimas com duas mulheres no altar da igreja; relembre casos parecidos

O flagra aconteceu nos Estados Unidos; um fiel o flagrou com duas mulheres vestidas de dominatrix.

Reprodução/Twitter/Instagram

A Igreja sempre foi uma parte importante da sociedade no Brasil e no mundo e histórias com figuras religiosas sempre alcançam um nível de importância diferente para as pessoas, principalmente por se tratar de um representante de uma crença, fé ou até de dogmas. E um exemplo disso são os padres. 

Publicidade

Um padre é visto como um homem que dedicou sua vida à fé, abdicando de desejos carnais, abandonando a possibilidade de ter esposa ou filhos, focando na fé como seu principal caminho. Porém, nem sempre é isso que acontece quando não tem ninguém olhando. Como em qualquer setor da sociedade, na igreja também existem exceções e algumas pessoas não seguem 100% o que é pregado.

E esse é o caso do reverendo Travis Clark, da Igreja Católica Romana dos Santos Pedro e Paulo, que fica localizada nos Estados Unidos, no estado da Louisiana.

Publicidade

O caso é tão fora da curva que surpreende porque o fiel foi flagrado gravando um vídeo adulto com duas mulheres vestidas de dominatrix (termo usado para mulheres que agridem homens durante a relação) e, tudo isso, em cima do altar!

Publicidade

O caso foi denunciado para o arcebispo que mandou queimar o altar, ficando furioso com a ação do padre, a qual ele citou como demoníaca. O arcebispo Aymond, de Nova Orleans ainda falou que Travis jamais merecia ter sido um padre.

Publicidade

Acompanhado de duas mulheres conhecidas como Lady Vi e Imperatriz Ming, o padre e as suas parceiras estão sendo acusados de obscenidade, o que pode render uma prisão de até três anos. O advogado das duas moças as defende afirmando que não houve crime pois não houve conduta criminosa no ato feito com portas fechadas em propriedade privada.

Casos parecidos com padres

Em novembro de 2010, um caso parecido aconteceu no Brasil: um marido flagrou a esposa com o padre em um momento íntimo na igreja: a mulher trabalhava na paróquia e estava grávida de quatro meses.

No ano de 2013, um padre baiano abandonou o sacerdócio após engravidar uma javem. Na época, com 32 anos, ele afirmou estar apaixonado pela jovem e relatou que a “amizade tinha algo a mais”. O caso aconteceu na cidade baiana de Gavião.

Também no Brasil, na Diocese de Divinópolis, em Minas Gerais, no ano de 2019, um padre foi afastado por propor sexo para homem casado via WhatsApp. Nas mensagens vazadas, o padre convidava o homem para ir até um motel.

Um relato menos agressivo é o de uma mulher que se apaixonou por um padre, que abandonou 12 anos de Igreja para se casar. Eles tiveram quatro filhos e se casaram na igreja.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Matheus Feitosa

Escrevo sobre TV, famosos e entretenimento desde 2011.

A atenção nos detalhes é o que nos faz prosperar.