in

Preço da vacina contra Covid-19 é revelado pelo Ministério da Saúde, e valor assusta

Brasil atingiu a marca de 150 mil óbitos da Covid-19 neste fim de semana, e chegada da vacina é cercada de grande expectativa

O Globo

Integrando a aliança Covax Facility, o Brasil terá algumas prioridades no desenvolvimento e início da distribuição de uma vacina contra a Covid-19. Nesta semana, o Ministério de Saúde revelou alguns detalhes do acordo. Entre eles o fato de que o imunizante contra o coronavírus será aplicado em duas doses, e a despesa com cada brasileiro custará 21 dólares (cerca de R$ 117 na cotação atual).

Publicidade

O montante, no entanto, será todo financiado pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Na última semana, o Governo Federal editou a medida provisória para liberar cerca de 2,5 bilhões na adesão da aliança global, que já conta com quase 200 países. 

A presença do Brasil na aliança permite com que país tenha acesso ao portfólio de nove vacinas que estão em estágio mais avançados de desenvolvimento, além de outras que estão sob análise. 

Publicidade

Além de ter fechado para integrar a Covax Facility, o Governo brasileiro acertou um acordo para ter acesso a 100 milhões de doses do imunizante desenvolvido pelo laboratório AstraZeneca, que também integra o consórcio mundial. As doses têm previsão de chegada para o primeiro semestre de 2021.

Publicidade

Garantia

Pela Covax Facility, o Governo Federal já reservou 40 milhões de doses do imunizante contra a Covid-19. Logo assim, 20 milhões de brasileiros serão vacinados com este lote, ou seja, cerca de 10% da população nacional. 

Publicidade

A tendência é que pessoas que integram o grupo de risco da doença recebam o imunizante primeiro. São três grupos: pessoas com mais de 80 anos, trabalhadores da área da saúde e pessoas com doenças pré-existentes. 

A definição de que receberá a vacina primeiro, no entanto, ainda depende de uma aprovação na Câmara Técnica, que estabelecerá os critérios. 

Publicidade