in

Bebê morre após ser medicada e mãe acusa hospital do RJ por erro médico

A pequena Mirela morreu após ser medicada no Hospital Getúlio Vargas, em Niterói.

Arquivo pessoal Taís Lourenço

A pequena Mirela foi levada ao Hospital Getúlio Vargas, conhecido como Getulinho, em Niterói, cidade do Rio de Janeiro, na última terça-feira (6). A bebê apresentava febre de 39 graus e vomitava. Após ser atendida, ela foi liberada e retornou para casa com seus pais.

Publicidade

No dia seguinte, a bebê continuava mal e sua mãe resolveu levá-la novamente ao hospital. Mirela foi avaliada. Em seguida, ela recebeu soro e foi medicada. O remédio teria causado uma reação alérgica que levou a bebê à morte. A família está arrasada com a morte.

A mãe, Taís Lourenço, concedeu entrevista à TV Record Rio e falou sobre o ocorrido. Segundo ela, foi aplicado um remédio na menina e ela começou a ficar roxa. Alguns médicos se deslocaram para atendê-la. Depois de algum tempo, a mão recebeu a triste notícia da morte da filha.

Publicidade

“A mulher aplicou uma seringa na minha filha e não me falou o que era. Quando eu tirei a fralda, ela começou a ficar muito roxa. Em seguida, veio um monte de médico e me tiraram do local”, afirmou a mulher na TV. 

Publicidade

A mãe de Mirela acusa o hospital de erro médico. Em nota, o Hospital Getúlio Vargas afirmou que seguiu os protocolos de atendimento determinados pelo Ministério da Saúde. Segundo o hospital, a família está recebendo apoio psicológico.

Publicidade

Outra Bebê morreu com queimaduras no Getulinho

No fim de agosto, uma bebê morreu no Hospital Getúlio Vargas depois de sofrer queimaduras durante banho. A enfermeira responsável vai responder por homicídio culposo, quando não se tem a intenção de matar. O caso teve grande repercussão negativa para o hospital.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!