in

Covid-19: Ministério da Saúde divulga o que o brasileiro precisa para receber a vacina

País já tem sido palco de várias testes de imunizantes contra o coronavírus. Ministério da Saúde já começa a se organizar para futura aplicação.

Pais e Filhos

Diante do cenário de pandemia do coronavírus, a chegada de uma vacina contra a Covid-19 é cercada de grande expectativa pela população mundial. Integrando a Covax, uma aliança entre vários países para impulsionar o desenvolvimento de imunizante contra a doença, o Brasil anunciou nesta quinta-feira (08), através do Ministério da Saúde, o que a população nacional precisará para receber a dose da aguardada vacina. 

Publicidade

Segundo a pasta, todos os brasileiros precisarão apresentar o CPF para ter acesso a uma dose da vacina contra a Covid-19, quando esta estiver disponível. Responsável pelo Departamento de Informática do SUS, Jacson Venâncio de Barros, afirma que todos os sistemas de notificação estarão conectados.

Diante disso, será permitido um maior controle sobre a distribuição das doses, evitando assim que uma pessoa tome doses da vacina diferentes. A pasta ainda tem objetivo de rastrear possíveis reações adversas. 

Publicidade

“Hoje, nós temos uma, duas, três vacinas possíveis de serem aplicadas. E, quando tivermos quatro, 10? Se nós não tivermos controle, o paciente pode tomar uma dose da vacina A, e temos de evitar que ele tome uma segunda dose da vacina B. Ter essa rastreabilidade é muito importante”, disse Venâncio.

Publicidade

Números da pandemia

De acordo com informações do último boletim divulgado, o Brasil computa mais de 5 milhões de casos de coronavírus e 148.957 óbitos. Importante lembrar que cerca de 4,5 milhões de pessoas já se recuperaram da Covid no Brasil.

Publicidade

O estado de São Paulo segue como o principal epicentro nacional, seguido por Bahia e Minas Gerais. Em escala global, em relação a número de infectados, o Brasil só fica atrás dos Estados Unidos e Índia. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade