in

Família de funcionária morta em supermercado presta homenagem uma semana após tragédia: ‘Tristeza grande’

Elane de Oliveira tinha 21 anos e trabalhava no Mix Atacarejo há poucos meses.

Metrópoles

O trágico acidente ocorrido nas instalações do supermercado Mix Atacarejo, em São Luiz, no Maranhão, comoveu todo o Brasil na última semana. Após o desabamento de cinco prateleiras, oito pessoas ficaram feridas e uma funcionária do estabelecimento morreu. Trabalhando há pouco tempo no local, Elane de Oliveira Rodrigues, de 21 anos, acabou sendo esmagada pela estrutura e alimentos que despencaram.

Publicidade

Passada uma semana do trágico episódio, familiares e amigos de Elane de Oliveira realizam nesta sexta-feira (09) um culto em memória da paraense. A cerimônia será realizada em uma igreja evangélica situada no bairro do Tapanã, em Belém.

Em entrevista ao Diário OnLine, Ane Reis, tia de Elane, lamentou a tragédia. “Ela vinha passar o Círio e aconteceu tudo isso. É uma tristeza muito grande, que a gente não quer que aconteça na vida de ninguém”, disse a tia da vítima. 

Publicidade

Natural de Vizeu, no Pará, Elane estava em São Luís há dois anos, e depois de muita luta para conseguir um emprego enfim foi contratada pelo Mix Atacarejo para trabalhar como repositora de estoque . 

Publicidade

Investigação

Após horas de resgate dos clientes que estavam no local no momento do acidente, as autoridades já iniciaram as investigações para constatar se houve algum tipo de irregularidade ou negligência nas estruturas.

Publicidade

No último fim de semana, o programa Fantástico exibiu uma reportagem exclusiva, onde um dos funcionários do Mix Atacarejo denunciou irregularidades na prateleira que acabou ocasionando o acidente. Segundo ele, a estrutura foi deslocada sem a desmontagem necessária. Um vídeo com a estrutura torta também foi revelado. As investigações seguem sob comando do Ministério Público do Trabalho do Maranhão (MP-MA).

Publicidade
Publicidade