in

Mulher que doou rim para o marido, contaminado pela cerveja da Backer, recebe alta

Professor Cristiano Gomes recebeu o rim na terça-feira (29); transplante foi sucesso.

Arquivo pessoal Flávia Fischer

Cristiano Gomes foi uma das vítimas da cerveja Belorizontina, fabricada pela Backer. Após ingerir a bebida que continha dietilenoglicol e ser intoxicado, seu rim parou de funcionar. Desde o dia 23 de dezembro do ano passado, o homem enfrentava dez sessões de diálise por dia.

Publicidade

Na última terça-feira (29), Cristiano recebeu o rim doado pela esposa, Flávia Schayer. A cirurgia foi realizada em um hospital de Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, e tudo correu bem para os dois, de acordo com informações do médico Ricardo Gontijo.

O rim recebido por Ricardo está funcionamento normalmente. O professor tem 48 anos e se recupera no quarto, depois de receber alta do Centro de Terapia Intensiva (CTI). Ainda não há previsão de quando ele terá alta e poderá retornar para casa. Todo o tratamento está sendo realizado pelo Sistema Único de Saúde, totalmente gratuito.

Publicidade

Flávia já se despediu do marido. Ela teve alta nesta sexta-feira, três dias após a cirurgia. Em uma foto tirada no quarto do hospital aparecem Cristiano, Flávia e a filha do casal, Isabella. O professor nasceu de novo. Ele foi uma das 26 vítimas intoxicadas pelo dietilenoglicol.

Publicidade

Altas doses desta substância podem levar à morte. Foi o que aconteceu com dez das 26 pessoas intoxicadas que tomaram a cerveja Belorizontina. As mortes causaram comoção. Perícias foram realizadas na empresa Backer e identificaram vazamento de um tanque e focos de contaminação. O Ministério Público denunciou a empresa, que até agora não se manifestou sobre o assunto.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!