in

Padre muito conhecido em São Paulo morre vítima da Covid-19 e deixa fiéis enlutados

Religioso chegou a receber alta, mas teve novas complicações e acabou não resistindo.

IG

Depois de passar seis semanas internado lutando contra a Covid-19 e um câncer de intestino, o padre Nelson Caleffi acabou não resistindo, e faleceu na manhã deste domingo (27), em Santos, litoral de São Paulo.

Publicidade

Caleffi tinha 84 anos de vida, e desde 2006 desempenhava a função de vigário na Paróquia Imaculado Coração de Maria. O religioso deu entrada na Casa de Saúde de Santos no dia 6 de agosto, apresentando sintomas do coronavírus. Depois de 15 dias, ele recebeu recebeu alta. Contudo, o seu estado de saúde acabou piorando, e a uma nova internação teve que ser realizada.

Nas últimas três semanas, o padre ficou internado em uma Unidade de Terapia Intensiva, sem entubação, mas acabou não resistindo às complicações da doença. 

Publicidade

Além da infecção por Covid-19, Caleffi ainda luta contra um câncer de intestino. Em nota, a Diocese de Santos informou que a morte teria sido causada pelo agravamento do quadro clínico de câncer. Até o fechamento desta matéria, ainda não haviam informações acerca do sepultamento e velório do religioso, que devem ocorrer sem a presença do público. 

Publicidade

Outro caso

Integrante da mesma paróquia, o padre Claúdio Scherer, de 50 anos, também foi diagnosticado com a Covid-19, sendo internado pouco tempo depois de Caleffi. O religioso acabou sendo transferido para a UTI na última segunda (21), e respira com a ajuda de aparelhos. 

Publicidade

Nesta semana, a comunidade religiosa de Santos chegou a realizar uma corrente de oração pedindo pela saúde dos dois párocos. O encontro para oração ainda foi transmitido nas redes sociais para que outros paroquianos pudessem participar. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade