in

Homem com Covid-19 e tuberculose compra revólver utilizando dinheiro do Auxílio Emergencial e se dá mal

Homem tinha antecedentes criminais e tinha como objetivo realizar assaltos com a arma recém-comprada.

UOL

Em tempos de pandemia, o Auxílio Emergencial tem sido um alento para milhares de brasileiros por conta da crise. No entanto, algumas pessoas têm utilizado o benefício para fins atípicos.

Publicidade

Em Maceió, um homem de 27 anos acabou sendo preso em flagrante na última quarta-feira (23) por porte ilegal de arma de fogo. Interrogado, ele afirmou que economizou R$ 1.800 que recebeu do programa do governo federal para comprar um revólver calibre 38 e munição. 

O indivíduo, que não teve a identidade revelada, tinha como objetivo realizar assaltos com a arma de fogo comprada. Para a surpresa das autoridades, depois que foi conduzido à Central de Flagrantes de Maceió, o homem disse que estava com tuberculose e Covid-19, doenças de transmissão pelo ar e de fácil contágio. 

Publicidade

A mãe do suspeito confirmou estas informações, e apresentou exames na delegacia. Por conta do risco de contaminação, ele foi mantido em uma cela isolada. 

Publicidade

Abordado por policiais, o homem confirmou aos membros do Batalhão de Rádio Patrulha, que estava sob posse de um revólver 38. Após apreensão da arma, a casa do suspeito foi revistada.

Publicidade

Depois disso, em averiguação no sistema prisional, foi identificado que ele apresentava antecedentes criminais e estava foragido do sistema prisional de Pernambuco, possuindo dois mandados de prisão em seu nome. 

Confissão

No depoimento à Polícia Civil, o suspeito informou que havia juntado o montante das parcelas do Auxílio Emergencial para comprar o revólver com a finalidade de cometer assaltos, bem como revelou que tinha sido diagnosticado com as duas doenças amplamente contagiosas.

Publicidade