in

Mulher internada para cirurgia no calcanhar some de hospital e é achada morta no meio da rua

Corpo de Valéria Muniz de Carvalho, de 52 anos, foi levado para o IML no Rio de Janeiro.

G1

Valéria Muniz de Carvalho, de 52 anos, deu entrada no Hospital Salgado Filho, no Rio de Janeiro e aguardava cirurgia após uma fratura no calcanhar. O que parecia mais um caso na unidade médica acabou se tornando um verdadeiro mistério depois que mulher sumiu de seu leito e foi encontrada sem vida no meio da rua.

Publicidade

A paciente, que teria sofrido uma queda e foi encaminhada para a emergência do hospital, foi flagrada por câmeras do local saindo à revelia durante as primeiras horas do último sábado (19). Ao deixar a unidade ‘escondia dos médicos’, Valéria não teve mais seus passos monitorados, até ser encontrada morta em uma rua no Cachambi.

Segundo delegado que investiga o caso, a mulher foi achada com lesões no tórax e membro e a causa da morte seria uma hemorragia interna, conforme apontou o atestado de óbito da vítima. Parentes de Valéria, após serem notificados do desaparecimento da familiar do hospital, fizeram uma busca no Instituto Médico-Legal e encontraram o corpo da senhora.

Publicidade

“Realmente não temos muitos detalhes”, disse a irmã da vítima em entrevista ao G1. Segundo Vânia, a senhora foi encontrada com marcas roxas pelo corpo, sem documentos e o aparelho celular. Valéria ainda vestia as roupas que usava quando deixou o hospital.

Publicidade

Valéria Muniz de Carvalho foi sepultada na última quarta-feira (23) e o caso segue sendo investigado pela 23ª DP (Méier). Até o momento o que se sabe é que a paciente ao deixar o hospital acabou sendo vítima de ação violenta que veio a culminar em seu falecimento.

Publicidade
Publicidade