in

Auxílio emergencial: qual grupo recebeu os 1.000 dólares citados por Bolsonaro na ONU

Presidente causou polêmica durante discurso na Assembleia da Organização das Nações Unidas.

Montagem Diogo Marcondes / Facebook Jair Bolsonaro

O discurso do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na Assembleia da Organização das Nações Unidas (ONU) chamou a atenção de muita gente e alguns pontos foram considerados polêmicos. Em um dos momentos, Bolsonaro afirmou que o governo brasileiro pagou parcelas do benefício que, somadas, chegariam a 1.000 dólares.

Publicidade

Alguns entenderam que Bolsonaro havia dito que a parcela teria sido de 1.000 dólares e contestaram o presidente. Outros notaram que ele citou o pagamento das parcelas somadas, mas mesmo assim o valor não estaria de acordo. Seis parcelas de R$ 600 mais quatro de R$ 300, somadas, dariam R$ 4.200, ou seja, 750 dólares na cotação desta quinta-feira (24), que está em R$ 5,60.

Mães de família receberam 1.000 dólares

O Auxílio Emergencial foi anunciado em março e o pagamento começou a ser feito no mês seguinte. Mulheres mães de família tiveram direito ao pagamento de R$ 1.200. Neste caso, as cinco parcelas somadas totalizaram R$ 6.000. Na cotação de hoje, este valor representa 1.071 dólares.

Publicidade

Este grupo vai receber, até dezembro, mais quatro parcelas de R$ 600 – metade do valor que foi pago entre abril e agosto. Serão mais R$ 2.400, totalizando R$ 8.400 em benefício de abril a dezembro. Na cotação de hoje, serão 1.500 dólares em benefício às mulheres que fazem parte deste grupo.

Publicidade

O auxílio emergencial encerra o pagamento em dezembro. O governo de Jair Bolsonaro discute a criação de um novo programa social, que incluiria os beneficiários do Bolsa Família. O nome possível, depois de Renda Brasil ser descartado, pode ser Renda Cidadã.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!