in

Auxílio Emergencial: quem receberá as novas parcelas do benefício esta semana?

Benefício vem sendo pago a milhares de brasileiros desde abril e já atendeu mais de 67 milhões.

UOL

Alento dos brasileiros em tempos de crise, o Auxílio Emergencial teve a sua prorrogação oficializada na última semana com o anúncio do presidente Jair Bolsonaro, que o benefício será pago até dezembro. Por conta do feriado da Independência do Brasil, a Caixa Econômica Federal (CEF) não efetuará os pagamentos de parcelas hoje (7) e nesta terça (08).

Publicidade

O cronograma de pagamentos de novas parcelas será retomado na próxima quarta-feira (09), quando beneficiários que nasceram em abril vão receber mais uma cota do programa no valor de R$ 600 em suas respectivas contas digitais, através do aplicativo Caixa Tem.

Este grupo é composto por brasileiros que se inscreveram no programa via site ou aplicativo entre os dias 2 de abril a 2 de julho, e conta com beneficiários que recebem da primeira à quinta cota, dependendo do mês em que se cadastraram. Pessoas que contestaram o bloqueio do benefício e foram liberadas, bem como quem se inscreveu no programa via Correios serão contemplados com pagamentos nesta semana. 

Publicidade

O calendário para saques e transferências para este grupo de abril só será liberado a partir do dia 1º de outubro. 

Publicidade

Na sexta-feira (11), os beneficiários da vez serão os nascidos em maio, que também receberão mais uma conta na poupança digital, onde o dinheiro fica disponível para realização de compras e para efetuar pagamentos. Saques e transferências deste grupo só será liberado a partir do dia 3 de outubro. 

Publicidade

Já no dia seguinte (12), a Caixa libera saques e transferências do benefício para aqueles que aniversariam em outubro e novembro. Este grupo teve uma nova parcela creditada no dia 19 de agosto (nascidos em outubro) e 21 de agosto (nascidos em novembro). 

Prorrogação

Na última terça-feira (1º), o Auxílio Emergencial teve sua nova prorrogação anunciada. O benefício foi estendido até dezembro, e terá novas parcelas fixadas em R$ 300. O cronograma de pagamentos ainda não foi revelado pelo governo federal. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade