in

Auxílio Emergencial: pagamento de novas parcelas tem prazo e detalhes são revelados por ministro

Benefício teve a sua prorrogação anunciada na última terça-feira (01) e irá até o mês de dezembro.

UOL

Na manhã da última terça-feira (1º), o presidente Jair Bolsonaro oficializou a nova extensão do programa Auxílio Emergencial. Alento dos brasileiros em tempos de crise por conta da pandemia, o benefício foi ‘esticado’ até o mês de dezembro. 

Publicidade

Os valores, no entanto, foram reduzidos. Ao invés dos R$ 600, o governo federal pagará R$ 300 aos milhares de beneficiários que integram o programa.

Após o anúncio da prorrogação, os brasileiros agora aguardam o calendário que incluirá a 6ª, 7ª, 8ª e 9ª parcela do benefício, totalizando mais R$ 1.200 distribuídos pelo programa. Em entrevista ao Brasil Urgente, da Bandeirantes, o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, destacou que o calendário para beneficiários do Bolsa Família deve ser antecipado em relação aos moldes que vinham sendo realizado.

Publicidade

O chefe da pasta adiantou que nos bastidores entre o governo e a Caixa já há uma movimentação para viabilizar o pagamento da sexta parcela do Auxílio Emergencial aos integrantes do Bolsa Família na próxima semana.

Publicidade

Para o pessoal do Bolsa Família começamos a pagar na semana que vem. Até sexta-feira vamos projetar os pagamentos dos demais. Até sexta vamos anunciar, mas deve ser na sequência. Calculo inicialmente lá pelo dia 22 ou 23“, disse o ministro Onyx Lorenzoni.

Publicidade

Término do cronograma

O calendário para beneficiários do Bolsa Família terminou oficialmente na última segunda-feira (31). Este grupo, além de ter prioridade na ordem do cronograma de pagamento em relação aos demais inscritos no programa, recebem o valor já em espécie, diferentemente dos outros grupos que recebem o montante na poupança digital, e só podem sacar ou transferir a quantia em uma data posterior. 

Publicidade
Publicidade